quarta-feira, 8 de outubro de 2014

#FicaDica: Temperos e ervas

Bom dia pessoas lindas!!!!

Tudo bem com vocês? Comigo tudo ótimo!!!


E hoje é dia do #FicaDica e hoje pensando em temperos de comida e tudo mais, resolvi fazer um post sobre eles.. Pois comida não tem graça sem um tempero né?! Temos que usar e abusar delas na hora de incrementar nossa refeição.





Cuidados para comprar e armazena:



- Jamais devemos comprar grandes quantidades, pois, com o tempo ele perde o sabor e o aroma.
- O ideal é dar preferência as especiarias moídos na hora, em moedor ou pilão, e as ervas frescas, pois eles soltam o aroma durante o cozimento.
- Quando não conhecemos o tempero devemos adicioná-lo com cuidado, não devemos misturá-lo a outros temperos.
- Uma boa ideia para quem prefere temperos inteiros, como grãos e pau de canela, é coloca-lo em uma trouxinha de gaze, retirando-a no final do preparo.
-A umidade e o grande vilão das especiarias e de algumas ervas. Assim, devemos manter as especiarias em vidros bem tampados, e as ervas lavadas e secas também fechadas em potes, ambos longe do calor e do excesso de luz.

Vamos conhecer alguns temperos:






Alecrim - Fica muito bom em assados. Casa bem com carne vermelha, frango ou peixe. Dá um toque especial a batatas.

Sálvia - Perfeita para temperar aves. Você pode colocar algumas folhinhas na hora de cozinhar o arroz para deixá-lo com um gostinho especial. Muito usada na culinária italiana, faz uma dupla perfeita com a manteiga para acompanhar um belo prato de macarrão.

Orégano - Indispensável nas pizzas, vai muito bem em ensopados de carne, de frango ou de legumes variados.

Louro - Embora seja muito usado no Brasil como tempero aromático do feijão também pode ser adicionado ao preparo do arroz. O efeito, incrível, é um dos grandes segredos de restaurantes consagrados. Basta colocar uma folha lavada na água borbulhando enquanto o arroz cozinha.

Coentro - Mais conhecida como tempero de peixe, essa erva também fica bem no feijão e como acompanhamento de saladas de folhas. Só tome cuidado para não exagerar, com sabor acentuado, o coentro pode acabar roubando a cena do almoço ou jantar.

Manjericão - Estrela da culinária italiana, enriquece qualquer molho de tomate. Amassado com azeite e nozes picadas vira um delicioso pesto para acompanhar massas e pães.

Pimenta-Rosa - Suave e decorativa, pode ser usada para acompanhar uma salada verde ou para dar um toque levemente picante ao vinagrete.

Açafrão - Um dos condimentos mais caros do mundo é muito potente e essencial na paella espanhola, na bouillabaisse francesa, no risoto alla milanese e em pratos marroquinos. É encontrado também em pó.

Açafrão-Da- Terra - De sabor ligeiramente picante, existe varias versões em pó e raiz fresca. No nordeste, entra no preparo de arroz, peixadas e pirão.

Anis-Estrelado - De sabor forte e aroma doce, vai bem com peixes, frutos do mar, frango, pães, biscoito e doces.

anela- Quanto mais fina é a casca, melhor é o seu sabor. Aparece na culinária mundial em receitas doces (arroz-doce, bolos, bebidas e chocolate) e salgadas ( carnes e ensopados), em pau ou moída.

Cominho - De aroma acentuado e sabor fresco, esse condimento é muito comum na cozinha árabe, no Extremo Oriente e na América Latina. Combina bem com outros temperos.

Cravo-Da- Índia - De sabor intenso e ligeramente picante, o cravo pode incrementar o sabor de doces, assados e bebidas em geral.

Mostarda - Os grãos servem para realçar o gosto de conservas, batatas cozidas e receitas de carne de porco. Já a mostarda em pó é ótima opção para caldos, sopas e molhos.

Noz-Moscada - Essa semente perfuma receitas à base de leite e creme de leite, como purês e molhos brancos, com vegetais como cebola, couve-flor, espinafre e batatas, além de bolos.

Páprica - De sabor picante ou doce, esse condimento deriva de um tipo de pimentão de cor vermelha-escura. É bom em molhos e ensopados de carne ou frango.

Pimenta Calabresa Seca - Essa variedade seca e flocada é excelente para dar sabor bem picante a molhos e temperar carnes. Deve ser usada em pequenas quantidades, com muito atenção.

Pimenta-Do-Reino - Nas versões preta(colhida verde, com a polpa, que depois escurece) e branca (colhida madura, sem a polpa), é encontarda em grãos ou já moída. Tempera molhos, carnes, saladas, maionese e uma infinidade de pratos.

Erva-Doce - De aroma adocicada, as sementes entram no preparo de infusões, peixes, legumes, bolos e biscoitos.

Pimenta-Da-Jamaica - Como o nome sugere, é nativa da América Central e a principal produção vem da Jamaica. É também conhecida como allspice, sabor ligeiramente picante. Inteira ou moída, vai muito bem em marinadas, picles e receitas de bolo com mel.

Cardamomo - A essência aromática está nas sementes dentro das cápsulas. Serve para aromatizar doces, salgados e algumas bebidas, como chás.

Gengibre - É uma raiz rica em propriedades terapêuticas, muito utilizada como condimento e remédio caseiro pelo menos por 5000 anos, originário da Ásia. O emprego do gengibre na culinária proporciona verdadeiras surpresas. Podemos utilizá-lo seco, na forma de pó que deixa muito a desejar em sabor e aroma; o fresco é mais aromático. Possui sabor picante e pode ser usado tanto em pratos salgados ( assados, ensopados,costelas), quanto nos doces e sob diversas formas.

Hortelã - Tem um dos sabores mais populares do mundo, é o mesmo tempo refrescante e ardida, com fragrância adocicada. Nativa do sul da Europa e mediterrâneo, facilmente se adptou ao Brasil. Na culinária ocidental é usada para dar sabor a berinjelas, abobrinhas, ervilhas, batatas e tomates. Vai muito bem também com carne de frango, porco e vitela. Na culinária árabe a hortelã é essencial para o tabule, e perfeito para acompanhar o quibe.

Curry - O caril ou curry é uma mistura de especiarias. Este condimento é feito à base de pó amarelo de açafrão-da-índia, cardamomo, coentro, gengibre, cominho, casca de noz-moscada, cravinho, pimenta e canela. Existem caris que chegam a levar setenta plantas diferentes. Inicialmente o caril servia para temperar exclusivamente o arroz, mas atualmente é usado para confecção de inúmeras receitas, como o frango ao curry. Esse condimento é muito utilizado na culinária de países como Índia, Tailândia e alguns outros países asiáticos.

Salsa - Natural da Europa, a salsa(conhecida também por salsinha, salsa-de-cheiro ou salsa-hortense) foi trazida para o Brasil no início da colonização. É comercializada fresca(em maços) ou seca(desidratada em saquinhos) que é menos aromática. Combina com batata, legumes, sopas, ensopados, saladas, carnes, frango e peixes de água doce.

Tomilho - Na porção européia que beira o Mar Mediterrâneo, surgiu esta erva. Versátil, aromatiza carnes e guisados, alimentos cozidos no vinho, patês, molhos e pães. Vai bem em peixes e frango, tempera queijos, compõe molhos, dá sabor especial a caldos, sopas e marinados é excelente tempero para carnes. Deve ser usado com cuidado e moderação, pois tem sabor acentuado e pode roubar o sabor no qual sempre entra como um coadjuvante.

Temperos e ervas usados nas comidas de cada país:

Comida Italiana - são usados o manjericão, o orégano, a salsa, o alecrim, a noz-moscada, a pimenta calabresa, e a sálvia.
Comida Indiana - é temperada com pimenta vermelha, coentro, noz-moscada, canela, gengibre, erva-doce, cravo-da-índia.
Comida Espanhola - os mais usados são o açafrão, a páprica, a salsa e o cominho.
Comida Francesa - os condimentos utilizados são, a salsa, o alecrim, o noz-moscada, tomilho e o açafrão.
Comida húngara - é famosa por fazer muito uso da páprica, do cominho e da pimenta branca.
Comida mexicana - usa pimenta malagueta, o orégano, o cominho, a canela e o coentro.
Comida grega - usa muito hortelã e canela.


Desculpem pelo post enooorme, mas acho que vale a pena ter guardado!!!

Frase do dia:

"Hoje em dia as pessoas se decepcionam com coisas fúteis, tratam friamente aqueles que amam, deixam um relacionamento ser tomado pelo orgulho e depois dizem que tá faltando amor no mundo. O que tá faltando não é amor, é atitude. Atitude de dizer o que sente sem medo de ser rejeitado, coragem de dar o primeiro passo e fazer a sua parte independentemente do outro. Surpreenda. E se tudo der errado? Se, na pior das hipóteses isso acontecer, não se preocupe. Você tem uma vida inteira para tentar novamente e quantas vezes forem preciso! Se nem o que é bom dura para sempre, o que te fere há de durar menos ainda. Por isso viva insanamente, ame com intensidade e quando tudo acabar tenha orgulho de dizer ”EU SÓ ME ARREPENDO DO QUE NÃO FIZ."

Tenham um ótimo dia!!!!

Beijinhos!!!

4 comentários:

  1. Genteeee, que post maravilhoso.
    Estava por fora sobre os temperos, só usava o basico dos básicos.
    Dica ótima!
    Amei!
    Beijos
    www.decorarepeciso.com.br/blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom florrr, fico feliz em ajudar!!

      Beijinhos ♥

      Excluir
  2. Adorei!!
    Saudades de você la no blog :(
    Aparece por la.. beijos
    http://perolasdaana.blogspot.com.br/ antiga "As Noivas Antes do Sim"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Anaaa,
      Que bom!
      Irei aparecer sim flor, desculpa o sumiço..

      Beijinhos ♥

      Excluir

Deixe seu recadinho, eu irei adorar!!!! =)